Picture
Com Informações,Yara Aquino
Repórter da Agência Brasil


Brasília – A presidenta Dilma Rousseff quer que os aeroportos brasileiros ofereçam o serviço de internet sem fio, gratuitamente, até o final de julho. O serviço será implantado primeiro nos grandes aeroportos. A informação é da ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann.

“A presidenta Dilma quer internet gratuita nos aeroportos. Se não der no início [do mês], queremos pelo menos que pegue o final de julho”, disse a ministra hoje (27) em conversa com jornalistas no Palácio do Planalto.

O governo está elaborando um plano a ser implementado nos aeroportos também no mês de julho, período em que a movimentação aumenta nos terminais em função das férias escolares. A intenção é evitar problemas como grandes atrasos nos voos e overbooking (venda de passagens acima da capacidade dos voos). “Temos que ter bom gerenciamento da nossa malha aérea. A presidenta Dilma quer receber relatórios com análise circunstanciada dos voos com grandes atrasos”, disse a ministra.

O plano deve ser finalizado até o começo da próxima semana e está sendo elaborado com a participação da Secretaria de Aviação Civil e da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero).

Gleisi destacou a responsabilidade da Infraero em garantir o bom atendimento aos passageiros. “A Infraero tem que ser responsável pela população que utiliza os aeroportos”. A ministra disse que o governo quer também analisar as condições de tomadas para computadores, escadas rolantes e banheiros.

Nesta tarde, a presidenta Dilma Rousseff reúne-se com o ministro-chefe da Secretaria de Aviação Civil, Wagner Bittencout, para discutir o plano.

Edição: Lana Cristina

 
 
Picture
O grupo francês Carrefour anunciou nesta terça-feira, 28, ter recebido uma proposta de fusão de ativos no Brasil com os da Companhia Brasileira de Distribuição (CBD), do grupo Pão de Açúcar. 

A proposta foi formulada em 27 de junho pela empresa brasileira Gama, que pertence ao fundo BTG Pactual, com o apoio financeiro do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). 

Se a operação for concretizada, a Gama se tornará um acionista de referência do Carrefour, número dois mundial do setor de distribuição com uma participação de 18% em seu capital. 

No início da sessão na Bolsa de Paris, após o anúncio da proposta, a ação do Carrefour subia 1,64% a 26,88 euros, enquanto a do grupo Casino, seu principal concorrente, caía 3,02% a 63,91 euros.

"A operação será, a princípio, muito benéfica para o Carrefour, cujos resultados no Brasil são decepcionantes e que em 2010 perdeu a liderança na distribuição de alimentos para a CBD", afirma uma nota de análisis do agente da Bolsa Aurel.

"As sinergias e as reduções de custos potenciais, combinada com a força de venda do novo conjunto, devem melhorar a rentabilidade da nova entidade", acrescenta o texto.

O comunicado do Carrefour, no entanto, não menciona a posição do seu principal concorrente na França, o grupo Casino, dono de 37% da CBD, principalmente através da holding Wilkes, dirigida em conjunto com a família Diniz.




Informações O Povo
 
 
Picture
Morreu, aos 65 anos, vítima de enfarto fulminante, no final da noite de sábado (25), em São Roque, interior paulista, o ex-ministro da Educação Paulo Renato Souza. Paulo Renato, que segundo sua assessoria de imprensa vinha enfrentando problemas cardíacos, passava o feriado prolongado de Corpus Christi ao lado de familiares em um hotel da cidade quando começou a se sentir mal. Ele ainda foi encaminhado ao Hospital Unimed, no Jardim Lourdes, mas já teria chegado morto.

O velório do ex-ministro será realizado hoje, na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), em horário ainda a ser definido. O secretário estadual da Cultura de São Paulo, Andrea Matarazzo (PSDB), esteve junto com familiares providenciando a documentação necessária para a liberação do corpo, que ocorreu por volta das 5h45 da manhã deste domingo.

O corpo de Paulo Renato será trazido direto para a Alesp. O enterro deve ocorrer apenas amanhã (27) pela manhã, para que as filhas de Paulo Renato – uma mora nos EUA e a outra no México – possam estar presentes no enterro do pai. Ambas iriam embarcar em voo ainda na manhã de hoje. Segundo a assessoria de imprensa do ex-ministro, o governador Geraldo Alckmin foi informado sobre o falecimento logo na primeira hora desta madrugada.

Economista, Paulo Renato foi ministro da Educação durante o governo de Fernando Henrique Cardoso, entre 1º de janeiro de 1995 a 31 de dezembro de 2002. Dentre as suas principais realizações à frente do ministério da Educação estão o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) e o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (SAEB). Também ocupou outros cargos públicos e executivos no Brasil e no exterior, incluindo o de gerente de Operações do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), em Washington, o de secretário da Educação do Estado de São Paulo, entre 1984 e 1986, no governo Franco Montoro, e o de reitor da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), entre 1987 e 1991, durante o governo de Orestes Quércia.




Com informações da Agência Estado



 
 
Picture
Em três anos da Lei Seca no Ceará foram realizadas mais de 1.500 operações, com cerca de 18 mil condutores autuados por estarem sob influência de bebidas alcoólicas. Os dados são do Detran-CE, registrados no período de julho de 2008 a junho de 2011.

Neste ano, as autuações chegam à média de 50 condutores por semana, um número quatro vezes menor em comparação a 2009, segundo o órgão.

Em relação aos seis primeiros meses de 2011 foram autuados 1.200 motoristas. Em 2009, esse número chegou a 11 mil condutores.

De acordo com o Detran, cerca de 10 mil desses motoristas autuados já tiveram seus processos administrativos concluídos e mil deles entregaram a CNH, cumprindo a pena de um ano de suspensão do direito de dirigir.

Rodovias estaduais
De 2008 a 2010, houve uma redução de 26% no número de vítimas fatais em acidentes de trânsito nas rodovias estaduais, fiscalizadas em conjunto com a Polícia Rodoviária Estadual.

Para o Detran, alguns resultados ultrapassaram as expectativas, e reforça ainda que “sem a Lei Seca os resultados teriam sido assustadores”.

O Gerente de Fiscalização, Pedro Forte, explica que esse número reflete a mudança de comportamento dos condutores. “Os que costumam ingerir bebida alcoólica nos finais de semana estão passando a direção do veículo para quem não bebeu. Há os que deixam o veículo em casa e se deslocam de táxi e há os grupos que escolhem o motorista da vez, que é aquele que passa a noite sem beber”, analisa.

INFORMAÇÕES O POVO

 
 
Picture
FOTO: O POVO
O Governo do Estado do Ceará divulgou nesta segunda-feira (20) novos nomes da direção de três órgãos: a Companhia de Gás do Ceará (Cegás), Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) e Universidade Regional do Cariri (Urca). Dentre os selecionados, está o ex-prefeito de Fortaleza e ex-deputado federal Antonio Cambraia, que assume a Cegás.

O novo gestor da Cagece é Gotardo Gomes Gurgel Júnior, que deixa a secretaria-executiva da secretaria Especial da Copa 2014. Ele também já foi superintendente da Caixa Econômica Federal para o Interior do Ceará e em Fortaleza entre 2004 e 2011.

Informações do G1
 
 
Picture
Foto UOL
Um bebê de dois meses deixou seus pais espantados quando, depois de tomar leite, pronunciou as primeiras palavras em uma comunidade camponesa da Nicarágua, informou a imprensa nesta quarta-feira. "A primeira palavra que falou foi para mim; disse mamãe", relatou Isabel Mendoza ao El Nuevo Diario.

"As palavras que disse foram mamãe, papai, 'pipe' (menino)", afirmou a mulher. O pai, Antony Huete, contou que seu filho, que possui o mesmo nome dele, pediu-lhe uma vez "água, água". A avó materna do menino, Rosa Álvarez, contou que no início não dava crédito a esta história, até que ouviu o bebê dizer "água". "Pediu água ao pai", relatou.

O caso insólito ocorreu na comunidade de El Palmar, no município costeiro de Tola, departamento de Rivas, perto da fronteira com a Costa Rica. O jornal afirmou que alguns
moradores temem que isto seja um sinal de que o fim do mundo se aproxima. "Estou um pouco confusa, porque o pastor diz que é normal, mas eu digo que é um sinal do fim dos tempos", afirmou Enriqueta Mendoza, uma das vizinhas do casal.

"É algo inacreditável, assombroso, nunca visto", expressou, por sua vez, José del Carmen Pérez, que afirmou que o bebê se comporta de modo estranho e "olha feio para as pessoas". "A Bíblia fala que nos últimos tempos veríamos coisas que jamais acreditaríamos", disse o pastor evangélico da aldeia, Saúl Gutiérrez.


Informações Portal Terra

 
 
Picture
O cantor do Olodum Germano Meneghel, encontrado morto dentro de casa nesta segunda-feira (13), será enterrado nesta terça pela manhã na Ordem Terceira de São Franscisco, na Baixa de Quintas. Germano, que tinha 49 anos, sofria de hipertensão.

Em uma nota oficial, o Olodum convida os fãs e amigos para se despedirem de Germano. "Toda a família Olodum está de luto por esta lamentável perda", diz trecho da nota. Germano foi intérprete ou compositor de sucessos como "Zumbi Rei", "Avisa Lá", "Vem Meu Amor", entre outras.

Segundo familiares, Germano, que vivia no bairro do Pero Vaz, não vinha se sentindo bem desde o domingo. O cantor deixa duas filhas e uma neta.


Informações Correio da Bahia

 
 
A juíza Ana Paula Monte Figueiredo, da Auditoria da Justiça Militar do Rio de Janeiro, aceitou nesta segunda-feira (13), um denúncia contra os 429 bombeiros e dois policiais militares presos após a invasão do Quartel Central, no Centro. Segundo o Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ), eles vão responder à ação penal militar pelos crimes de motim, dano em material ou aparelhamento de guerra, dano em aparelhos e instalações de aviação e navais, e em estabelecimentos militares.

A denúncia foi oferecida pelo Ministério Público estadual (MP-RJ). Segundo o TJ-RJ, todos os militares foram notificados de que deverão comparecer à Auditoria da Justiça Militar na próxima quarta-feira 15), para serem citados. As datas dos interrogatórios também já estão definidas. A denúncia apresenta uma relação de 14 veículos operacionais danificados pelos manifestantes.

Atendendo ao pedido do MP, o processo foi desmembrado, formando dois novos - um quanto aos dois policiais militares e outro em relação aos 14 bombeiros considerados “cabeças” do crime de motim. Os demais 415 acusados permaneceram agrupados na ação principal.

De acordo com o TJ-RJ, os 14 bombeiros apontados como líderes serão ouvidos pelo Conselho Especial de Justiça, presidido pela juíza Ana Paula Monte Figueiredo. O conselho será composto, ainda, por um coronel e três tenentes-coronéis da corporação, já que um dos réus é major, e somente pode ser processado e julgado por oficiais de patente superior.

Os dois PMs serão ouvidos pelo Conselho Permanente de Justiça da Polícia Militar, composto por um major e três capitães da corporação, e também presidido pela juíza da Auditoria da Justiça Militar.

Já os 415 bombeiros foram divididos em grupos e serão interrogados pelo Conselho Permanente de Justiça do Corpo de Bombeiros, composto por um major e três capitães daquela corporação, e também presidido pela juíza Ana Paula. Os depoimentos de todos os denunciados foram marcados em datas e horários diferentes.

Informações G1